A cura bateu em minha porta

curada


Vou confessar que em nenhum momento da minha vida perdi as esperanças sobre mim, eu sempre fiquei ali na minha com minhas orações e súplicas em silêncio ao Senhor. O quão pude ouvir de pessoas que disseram que eu não seria curado foi imenso, mas o quão eu também pude ver de pessoas que me abraçaram e lutaram junto comigo contra essa devastadora peste.

Essa peste que começou a devastar a minha vida, virá-la de cabeça para baixo e sacudi-la é o câncer. Tudo começou no ano de 2014 em junho, bem no finalzinho de junho. Eu não estava bem, mas não quero que esse texto traga a vocês uma mensagem de dor e tristeza por que eu fui curado e por isso eu estou aqui. Lutei por longos períodos de tempo e fui devagarinho vencendo cada uma das batalhas que eram me oposta.

Não é por que fui curado que tenho de ser chamado de ganhador, de guerreiro. Guerreira são todas aquelas pessoas que de fato estão juntas lutando contra essa peste. Eu sou guerreiro por que venci? Eu sou guerreiro por que não desisti. Em nenhum momento fiz da desistência uma escolha pra mim, eu sempre quis lutar, enfrentar essas dificuldades, as vezes sozinho, as vezes com a ajuda das pessoas ao meu redor.

A cura não é algo difícil de se alcançar, ela está na persistência em lutar contra o que é mal e na perseverança em buscar pelo que é bom. Eu fiz todas essas coisas com um sorriso no rosto e de verdade, nunca entendi por que as pessoas ao meu redor choravam quando na verdade sobre a cama do hospital estava eu e não elas. Ainda estou indisposto, ainda não me caiu totalmente a ficha, mas eu sei que eu fui curado e por consequência dos frutos bons que plantei recebi novas chances de continuar plantando.

Deus afirma que somos a luz do mundo e aqueles que bem merecem ser a luz continuaram sendo por um bom tempo. Eu não tô aqui para delimitar maneira de como ser curado por que não existem regras que comprovem ou que a partir delas vocês estarão curados. Vem cá, deixa eu te contar uma coisa. Eu passei por tudo isso e venci, busquei a luz infinitas vezes e nunca perdi a esperança de vê-la. A luz pode vir de diversas formas e a minha veio através da cura. Esteja atento para que a luz não passe por despercebido pelos seus olhos ou pela sua alma. Você tem de estar em um ponto ocasionalmente materno para que você possa receber de fato o toque das mãos do Pai sobre seu corpo.


*Imagem: Instagram

Nenhum comentário:

Postar um comentário