Frieza na vida



Acredito muito na vida e no bem que ela pode nos oferecer constantemente, mas ultimamente vêm acontecendo coisas tão desagradáveis que uma das melhores saídas é se tornar frio. Eu era um tipo de pessoa que costumava todos os dias chegar ao meu local de trabalho e faculdade e desejar um bom dia a aquelas pessoas que por ali próximo estavam, nunca fui de pedir muito, mas aguentar a minimização das pessoas quanto a minha pessoa acabava doendo e na mesma acabava me dando esperança de que um dia as pessoas viriam a me compreender e me responder todos os dias.

Em casa, sempre ficava na minha. Na verdade, sempre chegava cansado e considerava este um dos motivos pelo qual eu não queria muito papo com ninguém e apenas me deitar na minha cama e tirar um cochilo, mesmo que por 30 minutos, antes de ter que acordar para a vida real e ir trabalhar. Minha mãe, todos os dias, me questionava sobre como havia sido meu dia na escola e para ela apenas um “bom” já lhe servia de resposta.

Nunca fui de considerar a frieza uma saída para aquelas pessoas que passam por dificuldades constantemente, sempre fui de sorrir e pedi para que elas acreditassem em um mundo melhor, por mais que a certeza de que isso seria difícil. Pensando bem, passava muito do meu tempo preso a pensamentos inúteis e que não me levavam a lugar algum, me prendiam a mim mesmo e me desfavoreciam da sociedade em que vivia. Acho que toda essa fé que eu tinha num lugar melhor me tornou uma pessoa fictícia, porém fictícia para mim.


Se estiver sentindo que é necessário não vou lhe pedir que pare, mas que tenha certeza disso, assim como tenho. Ser frio é mais um dos elementos que as pessoas podem sim ter dentro de si mesmas acredite. Você vai passar a não ter tanta piedade de certos acontecimentos e vai ser mais você, sem se questiona, preocupar ou sussurrar sobre sua ação como pessoa. Espero que este texto sirva para me mostrar futuramente que eu estava passando por um momento difícil na minha vida em que minha família não se importava amigos de verdade não existiam e que uma das únicas saídas era parar de se importar e se tornar frio, quem sabe ser frio para sempre.

Nenhum comentário:

Postar um comentário