PARA TODO FINAL UM PERDÃO



— Agora eu descobri toda a verdade.
— Mas que verdade amor?
— Por favor, poupe-me de te ouvir chamando de algo que eu nunca fui.
— Por que está fazendo isso comigo?
— A única pessoa que fez alguma coisa aqui foi você. Se tem algo que eu fiz, e a única coisa que eu fiz foi te amar verdadeiramente apenas esperando que seu amor pudesse me corresponder de alguma forma.
— Eu também te amo, e muito.
— Por favor, eu estou cansada de mentiras.
— Eu não fiz nada se é o que acha.
— Eu não acho absolutamente nada, nos mulheres costumamos investigar antes de sair atirando pedras como vocês fazem assim que nos vêm falando com qualquer rapaz na rua, vocês ignoram o simples fato dele ser apenas meu tio, ou primo e partem logo para cima, nós mulheres não somos assim, eu não acho tenho certeza.
— Será que você não está se exaltando um pouco?
— Talvez eu precisasse mesmo fazer isso.
— Me explica uma coisa, como sabe ?
— Que cara de pau. Nos mulheres sempre desconfiamos e, só passamos a querer ter certeza, as vezes criamos expectativas em amores não reais, mas sabemos quando alguém nos trai.
— Quando alguém nos trai?
— Quando uma criança nos traí.
— Você não pode me perdoar?
— Eu te perdoo, claro que perdoo, mas o fato de te perdoar não remete ao dizer que voltaremos a nos beijar, muito pelo contrário, procuro nem te ver nas ruas.
— Você me odeia né fala a verdade?
— Eu não te odeio, você deve se odiar por fazer essas coisas, por quebrar expectativas tão grandes no coração de alguém.
— Desculpa, eu só vim descobrir o que é o amor depois que ele me pegou, virou pelo avesso, me chacoalhou e me passou um sermão dos mais dignos de serem ouvidos, me desculpa por quebrar algo que deveria estar se recompondo de lágrimas passadas, me desculpa te deixar na mão, mas agora eu mesmo preciso procurar o meu perdão.

*Fonte de Imagem: We Heart It


Nenhum comentário:

Postar um comentário