Crônica: Respeite minha decisão



Acho que só eu sei o quão difícil é fazer algo que ninguém nunca esperou de você, as pessoas começam a lhe olhar com um soar diferente de antes como se você estivesse a ponto de matar uma pessoa ou como se isso já houvesse ocorrido. Vamos esclarecer uma coisa antes de vocês começarem a ler essa postagem aqui no blog. Todas vocês nunca conhecem as pessoas de verdade, as vezes nem as próprias pessoas às se conhecem de verdade, pois à sempre algo novo sobre no qual nos descobrimos com o passar do tempo, por exemplo as escolhas.

Sim, as escolhas é um dos melhores exemplos que nos temos a dar, em questão de sabermos quem realmente são as pessoas. Todas as pessoas que não conhecemos que soam como tímidas já pensamos que são pessoas certinhas, por mais que 35% das pessoas são o que muitos dizem bestas, eu só tenho a dizer e daí? Se a pessoa é besta sendo boazinha demais, deixa, a vida é dela, cuida da sua que está precisando. Desculpem me pela falta de controle nas linhas anteriores porém sim, as pessoas contumam sempre esperar o inevitável ou o improvável de alguém e quando acontece, pow, o mundo acabou, quando na verdade, não, apenas acabou de começar.

Eu mesmo, acredito que ninguém esperava ousadia em mim, mas é o que eu digo, nos pessoas, tanto adultos, quanto adolescentes estamos sempre nos descobrindo ao passar do tempo e isso vai continuar até a última gotinha da nossa vida. Agora vou falar sobre a descisão, de eu quero ser assim e daí?
 
Somos livres para descidirmos quem somos, a onde queremos ir e o que queremos fazer, porém , as pessoas costumam não aceitar e eu vim falar o quanto isso é ruim. Se você escolheu, eu aceito agora se eu escolher, aceite também, da mesma maneira que eu lhe devo respeito você me deve, e do mesmo modo que eu respeito as suas decisões eu quero que você respeite a minha pois o que durou, durou agora chegou no fim , nos colocamos um ponto final entre a gente para começarmos a escrever com outra pessoa.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário