FOI MELHOR ASSIM

Dia dos namorados
Imagem: Reprodução


Na verdade ainda estou confusa, ainda estou melancólica com tudo o que aconteceu esse ano. Digamos que foram muito impactantes para mim todos esses acontecimentos e ainda, foi ainda mais uma surpresa ter passado por isso perante o meio da minha adolescência.

Tudo aconteceu perante um cenário estudantil, foi tudo na escola. Lembro-me que na época era uma escola de tempo integral cujo nem todos gostariam de estar ali, e era bem o que eu imaginava, o que um garoto como você estaria fazendo ali. Juro que gostaria que você houvesse sido meu primeiro amor, mas antes mesmo havia me rendido a um amor inevitável, antes de saber que você chegaria aqui. Ligeiramente o que me importava no momento era te conhecer acredite.

Sabe quando chega uma pessoa nova na escola e na mesma hora você passa a estar a fim de tocá-la em teus lábios. Era exatamente assim como eu me sentia. Não o conhecia nem nada, no início, foi muito rápido, quando chegou lhe vi passar pela porta da minha sala, não foi hesitação de saber seu nome, idade ou turma, foi muito do momento, em te ver passar ali senti que já estava completamente louca por ti.

Ao certo, eu era tímida e muito na minha, não cheguei a falar para nenhuma amiga sobre você ter passado li na frente, dessa vez percebi que teria de seguir sozinha, tinha minhas graves dúvidas de que elas não fossem concordar com esse relacionamento.  Não sabia como ia conhecê-lo para trocarmos algumas ideias, mas sabia que ele estava ali e isso parecia ser o suficiente.
Com o passar de um mês, tínhamos hobbys em comuns o que foram aumentando as minhas chances de que poderia dar certo. Pra falar a verdade você começou a falar comigo e juro a partir dali me tornei uma boba. Sabe aquelas “baba ovo” de garoto, sinto-me mal em dizer, mas acabei me tornando uma por ele.

Ao passar de 6 meses, estávamos já no ultimo mês de aula, ao certo no ultimo dia no festival que a escola sempre faz, e seria ali, naquele dia, naquela noite e naquele gostoso frio, quando o improvável começou acontecer e destruir toda essa paixão que estava ali. Eu gostaria muito de dizer que ele estava com outra e que me deixou por ali só, mas, no entanto não foi bem isso foi ainda pior. Minha amiga me chamou para ir ao mercado – isso umas 23h20min da noite – propositalmente para conversar comigo e acredite não foi apenas uma conversa. Ela chegou pedindo minha ajuda para fica com ele, foi quando caiu à ficha que ficar com ele seria uma tarefa um pouco difícil para mim. Poxa, tentei convencê-la de que ele não gostava dela, mas ela insistiu em ir. Foi-se até ele e começou questioná-lo de quem ele gostava e eu bem sabia que nosso lance era um segredo enorme que ninguém poderia saber, nem meus amigos sabiam e daí tudo deu errado.

Mais duas – três – amigas minha gostavam dele. Uma delas estragou tudo, completamente. Foi-se até ele e começou a perguntar muitas coisas, deixando-o sem jeito e inseguro do que realmente estava fazendo ali e assim se fez. Neste dia me despedacei em mil e um pedacinhos sobre o chão e me coloquei à nunca mais me apaixonar. Ele no dia seguinte me mandou mensagem, perguntando se eu estava de mal com ele, mesmo eu sabendo de quem houvesse sido a culpa, peguei distância para que não pudéssemos seguir adiante.

Nenhum comentário:

Postar um comentário