Terminamos mesmo?



Eu demorei um pouco para aceitar que nosso lance já não iria mais dar certo. Eu chorei horrores, busquei soluções onde exatamente não tinha e tentei manter nosso amor quando ele já não estava mais fluindo. Eu não queria seguir em frente, queria ser feliz contigo, queria ver e crer que o encanto do nosso amor ainda existia, mas na verdade não.

Eu estava oficialmente sozinha, não sabia mais de quem sentiria ciúmes quando fosse sair por que eu sentia mesmo era de você. Por outro lado, as portas estavam abertas de novo para que eu ganhasse a oportunidade de me apaixonar novamente. Infelizmente eu cansei, não queria deixar minha porta aberta assim para qualquer pessoa, queria que fosse especial por mais que houvéssemos terminado eu continuava a pensar em ti.

Foi bastante difícil ver você saindo do meu quarto pela última vez. Logicamente você pode aparecer lá em casa em qualquer outro momento, mas o motivo de você estar ali não será mais o mesmo de antes. Não estamos zangados, pelo menos não eu. Estou insatisfeita com isso e eu só não queria aceitar, mas respeitei sua decisão.

Suas portas também estão abertas e você pode seguir em frente agora. Minhas amigas, digamos colegas, disseram-me que você se foi por que já estava com outra, mas não acredito nisso, você é diferente e por mais que as pessoas acreditem que todos os homens sejam iguais eu acredito que você não é. Passei muito tempo ao seu lado para no final te julgar por uma teoria subscritada por pessoas que sofrem com separações.

Foi legal de sua parte vir conversar comigo, esclarecermos as coisas que ainda estavam meias bagunçadas na minha cabeça, sempre acreditei que o diálogo pudesse resolver grande parte dos problemas, apesar das pessoas já gostarem de uma conversa mais grossa, eu preferia me sentir bem até conversando contigo.
É necessário apagar seu número do meu celular? Acho que não. Somos muito maduros para no meio de o caminho ligarmos em desespero querendo voltar a essa relação, estabelecemos limites antes mesmo de não estarmos mais juntos, éramos muito abertos um com o outro e sempre impusemos condições para nosso bem-estar.


*IMAGEM: WE HEART IT

2 comentários:

  1. Só de ler já estou chorando , você passa realismo , amei só não acho o botão de seguir se poder me ajudar abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelas palavras e elogios. A propósito, vou organizar a questão de seguir o blog, obrigada por lembrar. :)

      Excluir