O que tínhamos



Eu sei que pareço meio boba dizendo que quero que o nosso lance seja “perfeito”, quando na verdade, nem tudo é perfeito. Não sou capaz de designar quais são as coisas perfeitas nesse mundo. Talvez a coisa mais perfeita que eu conheça seja nossa relação. Embora eu fique ouvindo das minhas amigas que não vai durar muito, o que me faz persistir é a confiança.
Com mais certeza que nunca, é como se elas estivessem tentando destruir o que temos, elas pedem que eu seja mais inconformista. Aparentemente elas não são felizes e não permitem que eu seja. Não é possível que eu esteja me perdendo em tudo o que elas me falam. A minha maior preocupação deveria ser o tempo que gastamos separados e agora, graças a elas, fico contando até os segundos.
Parece que quando ele chega atrasado e eu reclamo, ele se esbelta para um lado da cama e ficamos sem nos falarmos por alguns minutos. Não posso deixar qualquer pessoa ficar dando opinião sobre nossa relação, se não vou acabar colocando tudo a perder. Tudo o que temos fomos nós que construímos. Começamos a sair em segredo, minhas amigas desconfiavam muito, mas fui bem reservista e consegui disfarçar cada detalhe. Só viemos a começar a namorar depois de uns cinco encontros.
Ele ama a Suly e eu também a amo. A Suly é minha gata, ou melhor dizendo: “É a nossa gatinha.”. Quando decidimos ter uma gata ele foi bastante fofo e até ajudou na hora de escolher. Hoje pego-me vendo essa foto de nós três e a considero perfeita. Não consigo coloca-la de volta no álbum de lembranças. Eu queria mais alguns minutos assim, só nós três, mas dói saber que não é mais assim.

Às vezes me pego em choro. São lágrimas de puro amor e saudade. Dei adeus a todas as opiniões que as pessoas faziam sobre minha vida e foi quando descobrir como é viver sem pressão esteriótipada. Estávamos vivendo nossos melhores dias, eu, você e a Suly, mas o destino quis assim e nós separou. Sentirei muitas saudades, nós sentiremos, da criaturinha mais fofa que já tive, Suly
*Fonte da Imagem: Instagram

Nenhum comentário:

Postar um comentário